Publicado por: Jerusa Hara | 21/01/2010

O marketing e o modismo.

Vira e mexe a gente se depara com as Organizações Tabajaras no marketing: uma ideia ou conceito que no fundo diz “seus problemas acabaram”. Será que a fórmula que funciona para uma empresa obrigatoriamente terá êxito na concorrência? E será que a gente sabe usar com discernimento?Por exemplo, quem se lembra de não conseguir abrir a porta por causa da pilha de malas diretas? Mas aí veio a sustentabilidade (falando em modismo…), o problema com o lixo, o alto custo e a internet.

Eis que, seus problemas acabaram. Alguém descobre o email marketing, ferramenta barata, de marketing direto (bellow the line…) e online (!). Utilizar esse canal insistentemente vai alavancar vendas? O que se viu foi uma proliferação de emails, todos fazendo basicamente a mesma coisa: oferecendo produtos ou serviços. Passou tanto do limite que foi necessário regulamentar. E a regra é clara: chega de importunar o cliente, principalmente se ele não pediu. Substituímos a porta emperrada por uma caixa de entrada entupida. Em função do uso indiscriminado essa excelente ferramenta vai hoje direto para o lixo eletrônico. Em breve teremos a sustentabilidade 2.0, 100% digital. E aí, quem poderá nos salvar?

Já sei, a comunicação 360o, comunicação integrada. Não adianta mais estar só na TV aberta. Tem que fazer também ações em PDV, mala direta, email marketing, telemarketing ativo. Tem que ter um site (sem pop up que isso é modismo do passado), estar nas redes sociais, fazer ações de relacionamento, eventos, merchandising… Ué, mas desde que o marketing é marketing, não é assim? Ah, mas agora tem um nome e tanto para isso tudo.

A verdade é que hoje o que interessa é o retorno. As pessoas já conseguem medir e analisar de fato. Ter acesso ao bolso cada dia mais raso do cliente é um grande desafio. Principalmente se você deseja fazer isso mais de uma vez. O feitiço de empurrar coisas que não funcionam se vira contra o feiticeiro.

Resumindo, o que precisamos é fidelizar o cliente, trazendo retorno dos investimentos com ações e produtos de qualidade, prestando serviços de excelência que agregam valor às marcas e geram mídia espontânea.  E se você descobrir uma fórmula ou expressão para acrescentar na frase anterior, só tome cuidado para ela não se tornar um vírus e matar o hospedeiro.

Meu nome é Jerusa Hara e vou me atrever a falar sobre marketing às quintas-feiras.

Anúncios

Responses

  1. Jerusa
    Continue se atrevendo. Bom ponto.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: