Publicado por: Jerusa Hara | 10/03/2010

Mercado aquecido

Mais um dado impressionante confirma a alta temperatura do mercado de entretenimento e eventos: as Organizações Globo e o Grupo RBS vão investir R$ 240 milhões na criação de uma empresa dedicada à promoção, produção e realização de eventos nas áreas de esportes, entretenimento, educação e feiras. Por que a Globo está fazendo isso?

O Márcio postou na semana passada um excelente panorama sobre o as transformações e impactos que a internet está causando às gravadoras e artistas. Show hoje é a forma mais rentável de um cantor chegar às massas. Isso se for bem organizado e promovido; existem vários eventos de grande porte que se revelam um grande mico para os investidores. E, definitivamente, o Brasil se tornou passagem obrigatória de qualquer turnê mundial.

Estamos às vésperas de 2 grandes acontecimentos no país: Copa do Mundo e Olimpíadas. São dois mega eventos, que refletirão em uma infinidade de outros mega eventos simultaneamente. É uma bela oportunidade para quem puder investir em entretenimento para todos os turistas que estarão por aqui.

As grandes empresas já perceberam, há algum tempo, que associar suas marcas a eventos como congressos e seminários, que fornecem capacitação para nichos super específicos de mercado, é uma excelente forma de relacionar-se com seu público-alvo. Ainda existe alguma incredulidade em função de aventureiros que criaram eventos de nomes pomposos, mas vazios de conteúdo e público. Contudo, a profissionalização também atingiu os organizadores de congressos e o mercado percebeu a mudança nos resultados obtidos.

E feiras de negócios? As promotoras familiares do passado que geneticamente transmitiram um modo antiquado de fazer feiras estão dando lugar a multinacionais, fundos de investimentos e outros termos comuns no mundo dos negócios profissionais. A quebra de cultura é difícil, tanto para promotores como para expositores e visitantes. Hoje, são 172 feiras oficialmente no Brasil. A maioria ainda reluta em inovar o jeito antigo que sempre deu certo. O mercado, porém, pede inovação e padrões internacionais que algumas empresas novas,  já estão praticando.

Bom, acho que a Globo tem motivos de sobra para entrar nesse mercado. Acho até que demorou. Para nós que atuamos neste segmento, é uma ótima notícia. Bem-vinda nova empresa ainda sem nome. E que venha com você o padrão Globo de qualidade para todo o mercado!

Anúncios

Responses

  1. Muuuito legal esse “progresso” e crescimento de vocês, parabéns e sucesso!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: