Publicado por: Andrea Nunes | 31/03/2010

Location, location, location!

Quando perguntaram para um ex-presidente do Wall-Mart (não me recordo o nome dele) quais eram as principais ferramentas de uma loja de sucesso, sua resposta foi:

– Número 1: localização

– Número 2: localização

– Número 3: localização

Os outros P’s do marketing ficam muito tristes em saber disso mas, assim como no varejo ou no mercado imobiliário, em feiras essa regra se aplica perfeitamente.

A localização da sua empresa na planta da feira é a primeira coisa que deve ser decidida quando a decisão de participar de determinada feira já foi tomada. Ela deve ser feita com calma, com a ajuda dos promotores e devem levar em consideração algumas coisas:

1. Antecipação

Quanto antes você decidir a sua localização, melhor, pois os melhores espaços vão sendo reservados e, quanto mais próximo da feira, menos opções você tem para escolher e maior a probabilidade de você ir parar em um fundo de feira, ou na porta do banheiro.

2. Vizinhança

Você está no setor certo da feira? Ou seja, está cercado de gente que complementa seus serviços? Procure por empresas familiares e veja onde eles se posicionam. Você não quer ficar muito próximo a um concorrente, mas você também não deve isolar-se a ponto de o visitante não o encontrar. O ideal é ficar a uma distância onde você consiga que os clientes dele também passem pelo seu estande.

3. Tamanho

O estande ideal tem o tamanho que sua empresa precisa. Se você vai expor máquinas muito grandes, escolha um espaço que caiba a máquina (óbvio), uma sala de reuniões e ainda algum espaço de circulação para seus vendedores e clientes conversarem. Dimensione tudo o que você vai levar para a exposição, inclusive, quantas pessoas da equipe estarão lá. Pense na estratégia de receber pessoas, na necessidade de um buffet, de um depósito, de algumas recepcionistas, dos seus displays, etc.

4. Localização na planta.

Encontre as entradas e as saídas e imagine o fluxo dos visitantes. Um estande muito grudado na entrada atrai muita gente, mas dispersa muita gente também, pois recebe um fluxo muito grande de visitantes. Um estande na saída também recebe um fluxo grande, mas a empresa deve investir em atrativos que faça o visitante ficar mais na feira, apesar de já estar cansado. Praças de alimentação e banheiros são distrações, que, se possível, devem ser evitadas, a não ser que a empresa complemente o ambiente. Por exemplo, uma empresa de bebidas que queira promover degustações de um novo produto para o público, ficaria feliz em ficar próxima à praça de alimentação.

5. Estude a visitação in loco

Durante a feira, caminhe pelas ruas como se fosse um visitante e veja quais são as localizações que mais atraem os visitantes que você quer e veja com a promotora de feiras uma possibilidade de ficar naquela área no ano seguinte. A renovação do seu espaço na feira é uma boa alternativa para conseguir ficar onde você almeja e ainda parcelar o seu investimento até a data da feira.

Anúncios

Responses

  1. […] leia o post “location, location, location” para fazer […]

  2. […] leia o post “location, location, location” para fazer […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: