Publicado por: Marcio Ramos | 28/05/2010

A balada ideal

(foto: reprodução)

Conheço gente que ama raves. Enquanto isso, há amigos que preferem jantares e reuniões na casa de conhecidos. Tenho colegas de trabalho que não trocam um clube noturno por nada. E quanto a você, qual a sua balada ideal?

Para mim, antes de tudo a diversão começa com a companhia de pessoas especiais. Esteja solteiro ou casado, acho que em certas situações a presença de amigos de longa data, aqueles com os quais você conversa com uma troca de olhares, não tem preço. Com meus melhores amigos tenho muito em comum. Senso de ironia, gostos, histórias de vida e de pista, ideais. Diversas são as coisas que nos ligam e temperá-las com drinks e boa música invariavelmente funciona bem.

Na sequência, penso no local desse encontro, que não precisa ser um em específico mas se oferece um pouco do que descrevo a seguir consegue estampar um sorriso no meu rosto. Imagino um clube de música eletrônica, ótimo sistema de som, iluminação adequada, bons VJs. Saindo das caixas de som, mixagens de bons artistas nacionais como Pareto, Mau Mau, NoPorn, Gui Boratto, Propulse e de repente algum estrangeiro como Tiga ou Diplo. Funciona também ter um espaço aberto, que sirva como alternativa à pista nos momentos em que a conversa pede certa atenção. E complementando a humanização de toda estrutura, espero staff competente e bem coordenado, capaz de atender às demandas do público com educação e eficiência, estejamos falndo dos barmans ou da segurança.

Não costumo gostar de voltar para casa com o dia claro, mas se a noite é boa eventualmente merece emendar na manhã seguinte. Um par de óculos escuros providencialmente guardado no porta-luvas salva duplamente nessa horas, protege do choque com a luz do dia e esconde olheiras de uma noite longa. Que para arrematar, pode ser terminada com um bom café em alguma padaria estilosa (coisa de quem nasceu e cresceu em São Paulo).

Cada um tem sua balada ideal. Do que ela é feita varia bastante, dependendo das referências e expectativas de cada um, e mesmo do momento e do humor. Hoje, a minha é essa. E como é sexta-feira, esse é um bom momento para pensar nela.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: